Eleições 2018 Apuração de Votos

Apuração de Votos Eleições 2018

Como é de costume as eleições 2018 serão gerais e simultâneas em todo o país, isso acontece por causa de serem eleições presidenciais, sendo eleito também o cargo para vice-presidente e alguns governadores junto de seus vices, senadores e outros deputados tanto federais quanto estaduais.

apuracao-eleicoes-2018

Nestas épocas os canais de noticias, principalmente os jornais televisivos, se tornam a principal fonte de informação sobre as eleições, falam sobre as propostas, os candidatos, seu histórico político, civil e o histórico de seu partido, muita coisa entra em jogo nesses momentos o único problema são as palavras que usam em alguns momentos.

Deixando seu telespectador confuso os temos usados naturalmente em meio político.

PARA ACOMPANHAR O RESULTADO ACESSE: Apuração Eleições 2018 em Tempo Real

Afinal de contas o que é a Apuração de votos e como ela funcionará em 2018?

De uma forma simples o processo de apuração dos votos eleitorais inicia-se sempre após o termino das votações, sendo assim ele começa às 17h.

apuracao-dos-votos-eleicoes-2018

Quando saem das sessões eleitorais os votos são encaminhados para os Tribunais Regionais e Pelo Tribunal Superior Eleitoral, isso corre antes da contagem total dos votos, e então eles começam a ser divulgados através da internet.

Mesmo que pareça grande e trabalhosa, a apuração dos votos 2018 se dá de forma rápida e simples, seus procedimentos tem como responsáveis as juntas apuradoras, que por sai vez são constituídas pelas Juntas Eleitorais.

Apuração de Votos Eleitorais 2018

Antes mesmo de começar o processo de votação eleitoral, tem que ser imprimido a zerésima, ela é um documento muito importante que serve para comprovar que a urna não possui nenhum voto registrado antes da liberação para a chegada dos eleitores.

eleicoes-2018-apuracao

Quando o horário de votação está encerrado a urna pode então, sob a presença dos representantes dos partidos políticos, do ministério público e da ordem dos advogados do Brasil (a OAB), começar o procedimento de apuração dos votos eleitorais.

  1. Vão ser imprimidas cinco cópias do boletim de urna, esse boletim de urna é um documento que vai exibir o total de votos documentados ao decorrer de toda a votação, isso inclui também os votos nulos e brancos, também tem o número dos cidadãos que votaram ali, o momento de recebimento de cada voto e também está registrado o local a onde a urna se encontrava, ou seja a zona e a seção eleitoral. Um detalhe importante é que para a proteção dos eleitores a ordem dos votos vai aparecer de forma aleatória. Também é importante dizer que um dessas cinco cópias de boletim de urna é fixada na seção eleitoral.
  2. Também é bom que saiba que mesmo que o boletim de urna seja impresso, ele também é colocado em um dispositivo digital, que por sua vez transportado até os cartórios eleitorais, que é o local a onde todos os dados são codificados e então são enviados ao Tribunal Regional Eleitoral. Isso ocorre por meio de uma rede exclusiva da Justiça Eleitoral. Caso se trate de uma aldeia indígena ou algum município mais distante essas informações serão transmitidas por uso do satélite.
  3. Quando finalmente chega no Tribunal Regional Eleitoral os dados são primeiros examinados – eles passam por uma analise de segurança – e se estiverem aptos eles serão descodificados e então o voto começa a ser contabilizado.
  4. Depois disso eles são publicados na internet, assim os fiscais dos partidos vão poder conferir se os dados que estão no TER são iguais aos dados do impressos no boletim de urna, aquela que foi fixada na seção eleitoral.
  5. Os votos então são apurados por meio dos Tribunais Regionais Eleitorais, para poderem ser divulgados, eles divulgam o total de todos os boletins através da internet.

Vale lembrar que os votos nulos e brancos não entram nessa contagem, uma vez que eles são vistos como inválidos, sendo apenas usado para dados estáticos.

Leia Mais